Como mudar a política?

Como mudar a política?

Amigos, ontem tive o privilégio de participar de um debate online e responder diversas perguntas sobre democracia representativa e participativa. Os assuntos debatidos envolveram o voto facultativo, o fim das coligações, a pertinência de voto avulso no ordenamento jurídico atual, o orçamento participativo, o fim do voto secreto no poder legislativo, a reforma política –com foco em financiamento público e com proibição total de doações empresariais– entre outros.

Vamos viver a partir de julho o início da campanha política para todos os cargos, excetuando os municipais, e desejo a todos que não desperdicem o momento!

Procuremos saber quem são os candidatos, a vida passada, as propostas e, principalmente, cobrem coisas concretas dos seus escolhidos!

Penso que devamos eleger como uma das principais plataformas para declararmos voto e apoio ao plebiscito sobre a reforma política de forma bem mais ampla do que a proposta na PEC 352/2013*. Vamos considerar todos os efeitos maravilhosos que teremos se conquistarmos essa vitória! Abraços.

Assistam o Hangout com a Deputada Estadual Aspásia Camargo na íntegra, clique aqui.

 

 

PEC 352/2013:
– Acaba com a reeleição dos cargos do Poder Executivo (Presidente da República, governadores e prefeitos);
– Põe fim ao voto obrigatório, tornando-o facultativo;
– Muda as regras das coligações eleitorais, com o fim da obrigatoriedade de vinculação entre as candidaturas em âmbito nacional, estadual, municipal ou distrital. As coligações que forem formadas para a disputa de eleições proporcionais (deputados federais, estaduais e vereadores) são chamadas federações partidárias. Os partidos serão obrigados a permanecer juntos, atuando em bloco parlamentar, até o fim da legislatura, na casa legislativa para a qual elegeram seus representantes.

 

Sobre o Autor

Advogado, pós-graduado em Política Criminal e Segurança Pública, especialista em Políticas Socio ambientais e mestre em Auditoria e Gestão Ambiental.
Redes Sociais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.